Tecnologia em Gestão de Turismo, Hospedagem e Guia de Turismo. Esses são os três cursos oferecidos pelo Instituto Federal de Sergipe (IFS) relacionados ao turismo, segmento homenageado na próxima terça-feira, 27, data instituída pela Organização Mundial do Turismo (OMT) com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância do setor para a economia do país.

O profissional do turismo atua comumente em hotéis, agências de viagens, empresas do circuito turístico local, congressos e seminários. É possível, por exemplo, trabalhar organizando roteiros turísticos para grupos de pessoas ou roteiros específicos. Esses profissionais são, portanto, responsáveis também pela transmissão de conceitos, ideias e a cultura de um povo.

Segundo Jaime Silveira, coordenador do curso de Gestão de Turismo, as áreas de atuação do profissional são bastante variadas, a exemplo da Hospitalidade e Lazer; Gestão Ambiental e Ecoturismo; Agências e Transportes; e Gestão de Meios de Hospedagem. “O profissional do turismo deve estar apto, por exemplo, a planejar o desenvolvimento da atividade turística nos âmbitos público e privado, além de fomentar ações na área, contribuindo, sobretudo, para o desenvolvimento sustentável da atividade”, explica.

Apesar de possuir todas essas atribuições, o profissional de turismo ainda é visto como alguém que apenas gosta de praia e viagens. Cristiano Souza, aluno do curso de Tecnologia em Gestão de Turismo do IFS, confessa que antes de ingressar no curso também tinha uma ideia equivocada da profissão. “Quando entrei no curso, minha mente se abriu para isso e hoje eu sei que turismo é coisa séria. Mais que viagens, o turismo tem um papel fundamental na divulgação da cultura de um povo”, diz.

Natureza

Apaixonado pela área, Cristiano conta que desde pequeno já possuía uma ligação forte com a natureza. “Quando criança, eu passa horas brincando em uma reserva ambiental perto da minha casa. É claro que eu era muito pequeno, não tinha noção alguma sobre profissão, mas hoje eu acredito que essa identificação com a natureza fez com que eu escolhesse o curso de Gestão de Turismo”, declara o estudante.

A estudante Gabriela de Alencar, que cursa Guia de Turismo no IFS, escolheu o curso por considerar o turismo uma área que permite que o profissional atue em diversos tipos de empresas. “É possível trabalhar em vários locais, como hotéis e agências de viagem. Além disso, o profissional da área de turismo pode exercer sua atividade como autônomo e prestar serviços para diversas empresas, viajando para os mais variados destinos”, afirma.

Quando o assunto é futuro, Gabriela se mostra cheia de expectativas e acredita que o mercado de trabalho sergipano está pronto para absorver os profissionais de turismo. “É a profissão do futuro. O turismo vem crescendo ano após ano e, com a proximidade de grandes eventos, como a Copa do Mundo, em 2014, e as Olimpíadas, em 2016, oportunidades não vão faltar”, festeja ela.

Fonte: http://www.ifs.edu.br