A manhã desta terça-feira, 16, foi de fundamental importância para a educação brasileira. Em solenidade realizada no Palácio do Planalto, em Brasília, com a presença de ministros, governadores, prefeitos e educadores, a presidente Dilma Rousseff anunciou o plano de expansão da Rede Federal de Educação Superior e Profissional e Tecnológica.

Através do plano, serão criadas quatro novas universidades federais e 120 novos campi nos institutos federais, sendo quatro deles em Sergipe. “Hoje nós demos início a uma nova etapa de expansão da educação no Brasil, dando sequência a uma transformação histórica iniciada no governo do presidente Lula, que tenho o compromisso de dar continuidade”, afirma a presidente.

Sergipe, que integra o conjunto dos estados beneficiados com a expansão, irá receber quatro novos campi do Instituto Federal de Sergipe (IFS). Os municípios beneficiados são Nossa Senhora do Socorro, Poço Redondo, Propriá e Tobias Barreto, cidades que foram selecionadas a partir de um conjunto de critérios técnicos definidos pelo Governo Federal.

Sergipe

Foto: Humberto Jr.

Presente na solenidade, o reitor do IFS, Ailton Ribeiro de Oliveira, defende que o objetivo da expansão é ampliar o acesso, interiorizar e democratizar a oferta de cursos superiores, técnicos e profissionais de nível médio, além de cursos de formação inicial e continuada em todo o Brasil. “É importante ressaltar também que a instalação dos campi beneficia diretamente não apenas os municípios citados, mas toda a região onde eles estão inseridos”, explica.

Também estiveram presentes na solenidade importantes autoridades políticas sergipanas, como o senador Eduardo Amorim, o deputado federal Rogério Carvalho e os prefeitos dos municípios contemplados em Sergipe.

Números

Para a presidente Dilma Rousseff, quando o assunto é educação, os números falam por si. Em 2003, existiam apenas 45 universidades federais e 140 unidades técnicas federais. Em 2011, esse número passou para 59 universidades e 354 campi de institutos federais. Até 2012, a previsão é de que sejam implantadas 88 novas unidades.

 

Foto: Roberto Stuckert Filho

Nos próximos anos, outras 120 unidades técnicas federais estarão em funcionamento, permitindo atingir a meta de 600 mil alunos matriculados em todo o país, desenhando um novo mapa de oportunidades para os jovens brasileiros. De acordo com o plano anunciado nesta terça pela presidente, quatro novas universidades serão instaladas no Pará, na Bahia e no Ceará, e outras 12 já existentes ganharão 15 novos campi.

A essas 120 unidades de educação profissional se somam 88 que estão em construção, com término previsto para o fim de 2012. Ao final de 2014, portanto, o país terá ganho 208 unidades de educação profissional.

 

Fonte: http://www.ifs.edu.br/index.php?option=com_content&view=article&id=465:presidente-dilma-assina-decreto-que-traz-quatro-novos-campi-do-ifs-a-sergipe&catid=9:novas-noticias&Itemid=22