No embalo do crescimento do agronegócio, a Paraíba está aos poucos buscando lugar de destaque quando o assunto é produção de frutas, hortaliças e a expansão de uma agricultura sustentável e orgânica. Pensando nesses resultados, pequenos produtores rurais, participantes dos projetos de Hortifruticultura e Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais), tocados pelo Sebrae Paraíba, estarão presentes em um dos maiores eventos do agronegócio do País e do mundo. A Frutal 2008- 15ª Semana Internacional da Fruticultura, Floricultura e Agroindústria- ocorrerá no período de 15 a 18 de setembro, no Centro de Convenções em Fortaleza, no Ceará.

Para viabilizar a participação dos produtores, gestores dos projetos estarão promovendo em parceria uma visita técnica ao evento que irá possibilitar aos participantes conhecer as mais novas tecnologias de produção e processamento industrial do setor. A caravana será composta por 45 pessoas entre produtores selecionados pela efetiva participação na liderança do desenvolvimento sustentável de suas comunidades, além de consultores, técnicos e secretários de agricultura da Paraíba.

Além da Caravana dos 13 municípios da Zona da Mata da Paraíba, uma missão técnica também sairá de Campina Grande com destino à Frutal. São 25 agricultores que atuam na região de Natuba, no Agreste paraibano, distante 143 km da capital. Eles pretendem, com a participação nesse evento, adquirir conhecimento e novas tecnologias que poderão ser aplicadas na região de Natuba, conhecida pela produção de bananas e uvas. Para Jucieux Palmeira, gestor do projeto de fruticultura desenvolvido pelo Sebrae no município de Natuba, a participação desses agricultores na Frutal será importante para que sejam compartilhadas informações no segmento da fruticultura.

Segundo Reinaldo, gestor do projeto de Horticultura do Sebrae Paraíba, espera-se que a participação dos produtores no evento possa servir de incentivo para fortalecer o desenvolvimento do setor com a expansão de novas áreas de produção e melhor abastecimento do mercado regional. ?Além de representar seus respectivos municípios através de uma parceria Sebrae e as prefeituras dos municípios participantes, a Frutal 2008 vai possibilitar aos pequenos agricultores acesso às novas tecnologias, palestras e seminários e intercâmbios sobre as novidades do setor estados que poderão render futuros negócios de frutas e hortaliças sem agrotóxicos?, comenta. Reinaldo informou que o mercado mundial de agricultura orgânica cresce 30% a cada ano enquanto no Brasil o aumento é de 25%.

A edição Frutal 2008, em Fortaleza, ocupará todos os 15 mil m² de área do Centro de Convenções com feira de negócios, ambiente estruturado para Encontros de Negócios, 14 auditórios onde cerca de 200 renomados profissionais de todo o Brasil e Exterior estarão ministrando e coordenando a realização de palestras, cursos técnicos, seminários setoriais e painéis.

Agronegócios- O crescimento do setor na Paraíba está tão em alta que só o projeto de hortifruticultura na Zona da Mata, no início de 2008, distribuiu entre os associados mais de cinco mil mudas fruteiras, entre cajueiros, mangabeiras, mamoeiros, pés de maracujá, acerola, pinha e graviola, com uma média de 50 a 100 mudas por agricultor. O projeto conta com uma produção desenvolvida em 105 hectares de plantações, envolvendo 293 produtores de 12 municípios (Jacaraú, Mataraca, Pedras de Fogo, Sobrado, Sapé, Pilar, Alhandra, Pitimbu, Rio Tinto, Mamaguape, Espírito Santo e Lucena

No caso das hortaliças a comunidades trabalhadas estão em pleno processo de expansão de suas áreas com fortalecimento dos mercados pela implantação de feiras livres nos dentro dos municípios. Os projetos ainda promovem capacitações, cursos especializados, além de promover atendimentos técnicos habituais nas propriedades.

Fonte: Sebrae PB