Durante o 6º Congresso Paraibano de Turismo, que aconteceu em paralelo a 4ª Ruraltur, a gerente de turismo de Eventos da Embratur, Patrícia Fernandez, revelou uma pesquisa que indica as cidades brasileiras posicionadas no ranking da ICCA, órgão internacional que mede o potencial das cidades em realizar eventos internacionais seguindo os critérios da instituição. A Paraíba consta na lista na 9ª e 10ª posição, com as cidades de João Pessoa e Campina Grande respectivamente.

No congresso foram debatidas as perspectivas para a atuação do turismo na Paraiba - 300x201

“Apenas 39 cidades brasileiras conseguiram pontuar no ranking do ICCA, o que demonstra o grande potencial desses destinos em captar eventos internacionais nos próximos anos. Atualmente, o turismo passa por uma fase de descentralização, beneficiando destinos que ainda não estão consolidados e abrindo uma parcela no mercado para o investimento no setor”, ressalta.

De acordo com Patrícia, nem todos os eventos internacionais são considerados pela ICCA. Os seus critérios exigem que o evento esteja em sua terceira edição, seja itinerante, tenha a participação de no mínimo 20% de estrangeiros e conte com mais de 50 participantes. Em João Pessoa, foram considerados para o ranking o 6º Simpósio Internacional de Abacaxi e o 6º Congresso Internacional da Palma. Já em Campina Grande, o 6º Congresso Ibero-Americano de Ciência e Tecnologia de Membranas foi o evento internacional considerado na pesquisa.

A cidade de São Paulo ficou em primeiro lugar com 61 eventos captados e Salvador foi a primeira cidade do nordeste com 27 eventos.

No último dia do congresso, também foram discutidos em palestras e debates as novas tendências do mercado de eventos. O congresso reuniu estudantes, pesquisadores, representantes de instituições públicas e empresários do setor, que durante três dias puderam debater acerca das perspectivas para as diferentes áreas de atuação do turismo na Paraíba.

Fonte: Jean Gregório e Arthur Lins – Sebrae Paraíba