De acordo com o Sebrae na Paraíba, cerca de 80 eventos foram captados até o final de 2007, mas o número de novos eventos prospectados até 2010 pode chegar a 120, elevando a receita de bares, restaurantes e hotéis e de toda uma cadeia do setor de serviços que se beneficia com a realização de eventos na cidade, como taxistas, empresas de transporte coletivo e supermercados.

Até sexta-feira, 29, o Sebrae, em parceria com o governo do Estado e o trade turístico, traz a temática “Eventos gerando turismo e girando negócios” para o centro das discussões do 6º Congresso Paraibano de Turismo, em João Pessoa. Experiências nacionais e internacionais serão apresentadas, como o caso da Nova Zelândia, da Serra Gaúcha e da Estação das Docas, de Belém (PA).

“O Congresso pretende iluminar caminhos a serem trilhados e construídos nos próximos anos pelo trade turístico, governos e instituições, na busca de soluções adequadas para o fortalecimento do turismo no Estado”, disse o superintendente do Sebrae na Paraíba, Julio Rafael, durante cerimônia de abertura oficial do congresso. Na ocasião, estiveram presentes ainda o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Antônio Gomes, secretários de Turismo do Estado e de João Pessoa, representantes da Assembléia Legislativa, bancos e entidades parceiras.
Fernando Ivo
 - 350x263

Novos postos de trabalho – Com a perspectiva de crescimento do segmento de eventos, deverão ampliar as contratações formais e temporárias nos próximos anos, segundo explica Regina Amorim, gestora de Turismo do Sebrae/PB.

Nos últimos três anos, estima-se que o setor de eventos tenha gerado mais de R$ 30 milhões em negócios no Estado e movimenta toda uma cadeia produtiva da economia local, além de aumentar o faturamento médio das empresas em 38,13% segundo pesquisa realizada em dezembro de 2006. As ações são voltadas para a captação de eventos nacionais e regionais, tais como: convenções, simpósios, reuniões, eventos sócio-culturais e esportivos, congressos, feiras, exposições e leilões.

No total já foram captados 88 eventos até dezembro de 2007, além de eventos de pequeno e médio porte programados até 2010. Em pesquisa realizada pela secretaria de Turismo de João Pessoa, verificou-se que 20% dos eventos realizados na Capital são organizados por empresas de outros Estados. A agenda das cidades de João Pessoa e Campina Grande conta com a realização de mais de 20 grandes eventos no biênio 2007/2008 que devem movimentar cerca de US$ 10 milhões da economia local.

De acordo com Regina, a expectativa é profissionalizar mão-de-obra paraibana para que possa ter excelência em atender as necessidades dos eventos captados. Um curso de formação de empreendedores em eventos, em parceria com o IESP, está sendo aplicado para quem deseja abrir seu próprio negócio ou se especializar dentro de um segmento do setor de eventos, tendo em vista que devem ser captados outros 120 eventos até 2010.

Fonte: SEBRAE Paraíba